Livro reúne fotos de astros e constelações

O livro Capturing the Stars: Astrophotography by the Masters, de Robert Gendler, reúne dezenas de imagens produzidas por 30 fotógrafos profissionais e amadores, especializados em registrar cometas, galáxias, nebulosas e astros do espaço.

Entre as imagens reunidas está uma do cometa com a cauda mais longa já vista – quase 600 milhões de quilômetros de comprimento –, o Hyakutake, descoberto pelo astrônomo amador japonês Yuji Hyakutake em 1996.

As imagens foram organizadas por um dos astrônomos amadores mais respeitados do mundo, Robert Gendler, que também escreveu uma introdução sobre a fotografia espacial.

O livro traz detalhes sobre cada fotógrafo, as técnicas utilizadas para capturar as imagens fantásticas, e experiências.
Entre as imagens reunidas estão galáxias distantes, nebulosas e algumas das mais conhecidas constelações.

Algumas imagens do livro:

Essa Aurora Boreal foi fotografada por Arne Danielse em 8 de novembro 8 de 2004, na cidade de Langhus, na Noruega. (Todas as imagens estão do livro

Esta imagem mostra não só as constelações de Cygnus e Lyra como a Via Láctea no verão do hemisfério norte, além de várias outras nebulosas como a Norte-Americana, a Gamma Cygni e a Veil (véu). (Foto: Bill and Sally Fletcher)

O Cometa Hyakutake foi descoberto pelo astrônomo amador japonês Yuji Hyakutake em 1996. A cauda do astro tem 580 milhões de quilômetros, a mais longa entre os cometas conhecidos. (Foto: Bill and Sally Fletcher)

Nesta imagem, o céu azul foi artificalmente removido da proximidade da superfície do sol para revelar as gradações de verde no halo mais interior, a "verdadeira cor do sol". (Foto: Miloslav Druckmüller)

Os arcos que aparecem ao redor do sol nesta imagem são criados por matéria gasosa expelida da superfície, mas atraída por seu potente campo magnético. (Foto: Thierry Legault)

O fenômeno fotogrado durou poucos segundos, pouco antes do eclipse lunar total, quando "contas" de luz solar ainda podiam ser vistas. O astrônomo inglês Francis Baily observou o fenômeno em 1836. (Foto: Fred Espenak)

Brilhando com a luminosidade de 40 mil sóis, a estrela supergigante Antares expele matéria, o que cria a imensa nuvem amarela que parece engolir a estrela. (Foto: David Malin)

Nesta imagem, pode-se ver os restos de uma estrela supernova que já foi enorme no passado. Parte da energia expelida pelos gases da estrela é liberada na forma de luz visível. (Foto: David Malin)

Essa bolha cósmica gigantesca foi apelidada de nebulosa Bolhas (NGC 7635) e tem seis anos luz de largura. Ela foi formada pelos violentos ventos provocados por uma estrela supergigante no seu centro. (Foto: Russell Croman)

A IC 1396 é uma enorme nebulosa na constelação de Cepheus. A foto destaca o glóbulo IC 1396A, uma escultura marcante produzida pela radiação de estrelas próximas. (Foto: Johannes Schedler)

Anúncios

6 comentários em “Livro reúne fotos de astros e constelações

  1. Pingback: [BlogNews] #3 – Centésimo artigo do blog! « Astronomy Chamber

  2. Pingback: Tweets that mention Livro reúne fotos de astros e constelações « Astronomy Chamber -- Topsy.com

  3. Meus Deus!!!!!!! Quanto mais eu olho e admiro, mais ainda tenho e temos para ver!! Eu acho,aliás,tenho certeza que nós ainda nem arranhamos o infinito Universo. Para ter-se
    uma ideia, apenas uma viagem que qualquer ser humano fizesse para chegar a Plutão ,
    levaria uma vida, que é só chegar lá,olhá-lo e ir para o nosso além .(A vida post mortem) .
    Pois ele é tão distante da nossa Terra que levar-se-á uma vida para lá chegar.E olha que
    recentemente a Convenção Astronômica Mundial (em 2006) rebaixou Plutão para um cor-
    po celeste de categoria de asteróide, isto é, Plutão não é mais um Planeta tal como o nos
    so e os demais, isto porque ele não completa determinadas evoluções que os demais astros
    do Sistema Solar possuem. Porém, isto é só detalhe se compararmos com o que ainda te-
    mos de conhecer.O infinito espaço sideral,interestelar que ainda temos que conhecer e sa-
    ber ainda nos reservará muita surpresa, tal como a famosa frase do filósofo grego Sócrates:
    “Só sei que nada sei.”

  4. isso e de+ mto legal com tantas imagens de diferentes constelaçpes podemos como a criaçao revela a gloria de deus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s