Encontrados buracos-negros primitivos

Ilustração mostra um buraco negro primitivo no centro de uma galáxia


Astrônomos encontraram o que parecem ser dois dos primeiros e mais primitivos buracos-negros de grande massa conhecidos.

A descoberta feita com o Telescópio espacial Spitzer, da NASA, fornece pistas sobre a formação do Universo e sobre o surgimento dos primeiros buracos, galáxias e estrelas.

Localizados a 13 bilhões de anos-luz da Terra, os chamados de J0005-0006 e J0303-0019 seriam quasares de primeira geração, nascidos menos de um bilhão de anos após o Big Bang.

Os quasares são estruturas muito longe da Terra, extremamente brilhantes, localizadas em galáxias com buracos-negros de grande massa. Acredita-se que, por causa de sua distância, eles sejam uma janela para o passado, pois a luz que vemos agora foi emitida talvez nos primórdios do Universo.

Os cientistas acreditam que, nessa época, não havia moléculas que poderiam se coagular e formar poeira. Esses elementos foram produzidos e liberados posteriormente pelas estrelas – o que significa que os buracos-negros iniciais também não possuíam este material. No entanto, até hoje, nenhuma estrutura com essas características havia sido encontrada.

No caso da pesquisa, foram analisados 19 quasares, todos com um buraco-negro de grande massa pesando mais de 100 milhões de sóis e só dois deles, J0005-0006 e J0303-0019, não possuíam poeira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s