1 Minuto de Astronomia

Olá pessoal

Desta vez venho trazer a vocês serie 1 Minuto de Astronomia.
Segue a apresentação do projeto.

Projeto 1 Minuto de Astronomia

Os episódios da série 1 Minuto de Astronomia apresentam, num minuto, os mais prementes e actuais temas científicos ligados à Astronomia, dos buracos negros aos eclipses, passando pela matéria negra e os anéis de Saturno. Explicações claras, curtas e precisaz, apoiadas por grafismos e animações, produzidas por uma equipa de astrónomos e comunicadores de ciência profissionais.

A apresentar cada um dos programas teremos figuras bem conhecidas do público, pessoas que normalmente não esperaríamos ouvir falar de ciência – actores, músicos, apresentadores, etc.

Para completar as explicações televisivas, vamos contar com a colaboração de 13 astrónomos Portugueses que neste site irão partilhar o seu conhecimento sobre os diversos temas abordados. Para aqueles que desejam saber mais.

Venha desvendar os mistérios do Universo. Só demora 1 Minuto!

Uma co-produçao Science Office e Duvideo, com o patrocínio da Ciência Viva- Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e no âmbito do Ano Internacional da Astronomia 2009.

Ir para o site oficial.
Ir para o canal do YouTube.

Anúncios

Vídeo amador registra outro impacto contra o planeta Júpiter

Um objeto de grandes dimensões atingiu na noite de quinta-feira a face visível do planeta Júpiter, produzindo um forte clarão que pode ser registrado por astrônomos amadores que observavam o planeta. Ainda não existem informações sobre a natureza do objeto impactante, mas acredita-se que seu tamanho possa ser superior a 1 quilômetro de diâmetro.

Imagem de Júpiter registrada pelo astrônomo amador Anthony Wesley mostra o momento exato do impacto. A Terra aparece como referência de tamanho. Na sequência, vídeo feito nas Filipinas pelo astrônomo amador Christopher Go, mostrando o instante do choque. (Créditos: Anthony Wesley/Christopher Go/Youtube/Apolochannel)

O impacto contra a atmosfera joviana se deu às 23h31 pelo horário de Brasília e produziu um intenso flash de curta duração com aproximadamente 1000 quilômetros de diâmetro. Segundo o astrônomo amador Anthony Wesley, da Austrália, devido ao horário desfavorável ainda não foi possível verificar traços remanescentes deixado pelo impacto.

Nas Filipinas, o astrônomo amador Christopher Go não escondeu a emoção ao conseguir registrar o choque através de imagens. “Ainda não acredito que consegui registrar, em tempo real, um impacto. É inacreditável!”

Continuar lendo

Astronauta posta no YouTube direto do espaço

O engenheiro japonês Soichi Noguchi se tornou o primeiro homem a postar no YouTube do espaço.
Há uma semana, o astronauta de 44 anos publicou um vídeo de um minuto mostrando a lua se pondo lentamente no horizonte.

Hoje de manhã, nova filmagem de dois minutos mostra a Terra vista da janela da Estação Espacial Internacional. Nele, é possível observar o contorno da Ilha de Madagascar.

Noguchi é o mais ativo tripulante da ISS no Twitter. Desde que a NASA conseguiu que a internet chegasse ao espaço, os próprios astronautas podem fazer suas atualizações diárias.

O engenheiro japonês de 44 anos deve voltar em junho à Terra, com mais de 125 mil seguidor na rede de micro-blog.


Nasa quer levar robôs-humanos para a Lua em mil dias

A agência espacial americana (Nasa) não vai mais mandar astronautas à Lua. As mudanças de planos aconteceram a poucos meses diante da falta de recursos financeiros para o projeto. Pelo menos por enquanto, os rumos na exploração espacial terão que ser de outra forma. O retorno à Lua deverá acontecer com “robôs-humanoides”.

Em mil dias, pouco menos de três anos, a Nasa quer levar robôs de alta tecnologia semelhantes a um ser humano para a Lua. Os robôs serão controlados aqui da Terra com um atraso de apenas três segundos, informou a agência.

Eles serão tão próximos da nossa realidade que poderão reproduzir a sensação de estar no solo lunar. Para a Nasa, a vantagem é que uma missão como essa reduz bastante os custos, pois não será necessária uma nave muito complexa, além do baixo risco ao substituir os astronautas por robôs. Todo o sistema pesará muito menos, o que também influencia na potência do foguete utilizado para o lançamento.

Concepção artística feita pela Nasa mostra a aparência dos novos robôs inteligentes, capazes de trabalhar em conjunto com pessoas e máquinas. Créditos: NASA

A construção de novos robôs-humanoides foi anunciada este ano pela agência espacial americana em parceria com a GM. São robôs inteligentes, idênticos a um ser humano, capazes de trabalhar em conjunto com pessoas e máquinas. Ele terá grande habilidade para participar de viagens espaciais.

Fonte: Apolo11

Endeavour leva ao espaço módulo de serviço e cúpula panorâmica

Acabou não dando pra postar ontem, sorry ^^

Com apenas um dia de atraso, mas dentro da hora marcada, o Ônibus espacial Endeavour partiu na manhã de segunda-feira (08/02) da plataforma de Cabo Kennedy, na Flórida, com destino à Estação Espacial Internacional, ISS. O lançamento foi o último disparo de um ônibus espacial a ocorrer no período noturno e o 32º voo com destino ao complexo orbital.

Ônibus espacial Endeavour, após lançado para a missão STS-130 para enviar o módulo Tranquility à Estação Espacial Internacional


Havia a preocupação inicial de que as condições do tempo nas pistas de aterrissagem de emergência não colaborassem e o lançamento pudesse ser suspenso, mas assim que o as condições meteorológicas se tornaram satisfatórias na pista de Zaragoza, na Espanha, os diretores de voo concordaram que não havia mais impedimentos e o lançamento ocorreu às 07h14 pelo horário de Brasília. Dois minutos depois os propulsores de combustível sólido se desprenderam das laterais do ônibus e oito minutos após a ignição era a vez do gigantesco tanque de combustível ser descartado, com o Endeavour entrando na órbita da Terra.

Batizada de STS-130, a missão é composta de seis astronautas que permanecerão no espaço por 13 dias. Durante esse período serão realizadas três atividades extraveiculares – EVAs – com o objetivo principal de anexar à ISS o módulo pressurizado de trabalho “Tranquility”, além de uma cúpula panorâmica de seis janelas, que permitirá melhor capacidade de observações da Terra e do espaço.

A missão STS-130 será comandada pelo coronel George Zamka, auxiliado pelo piloto da força aérea Terry Virts, em sua primeira participação em voos espaciais. As atividades extraveiculares serão conduzidas por quatro especialistas: a capitã da marinha Kay Hire, em seu sua segunda missão, Nicholas Patrick, também na segunda missão, o veterano de três voos Steve Robinson e o tenente-coronel Bob Behnken, também na segunda missão.

Cada um dos passeios espaciais terá duração aproximada de 6.5 horas. O primeiro ocorrerá no quinto dia da missão, quando os astronautas Behnken e Patrick removerão a cobertura de proteção do módulo Unity, que receberá o módulo Tranquility com auxílio do braço robótico. Em seguido os astronautas instalarão quatro sistemas de cabos entre os módulos Unity e Tranquility, necessários à alimentação e comunicação do módulo.

No sétimo dia tem início o segundo passeio espacial, quando os conectores do sistema de refrigeração entre os módulos Unity e Tranquility serão instalados pelos astronautas Behnken e Patrick. Além disso, a dupla de especialistas posicionará uma das faces do módulo Traquility em direção à Terra. Esse procedimento permitirá que a cúpula panorâmica seja reposicionada no próximo passeio espacial.

No décimo dia os mesmos astronautas voltam ao espaço e acionam definitivamente as linhas de refrigeração do Tranquility e os cabos de dados. Em seguida removerão a proteção da cúpula e instalarão os corrimões de segurança ao seu redor.

Da Apollo11

Para mais vídeos da NASA em Alta Resolução, você pode baixar AQUI. (: