Nasa lança Observatório Solar com sucesso


O lançamento do observatório Solar Dynamics Observatory (SDO) da base aérea de Cabo Canaveral na Flórida (sudeste), aconteceu nesta quinta-feira (11) às 15h23 GMT (13h23 de Brasília), como estava previsto, informou a Nasa.

O SDO vai permitir o fornecimento contínuo de uma massa de dados e de imagens do Sol sem precedentes, e possibilitará desvendar o seu complexo funcionamento interno e, em particular, o de seu campo magnético.

O módulo impulsor do foguete Atlas 5, após atingir velocidade supersônica, completou sua explosão e se separou do módulo superior Centauro.

Este módulo então, junto com o observatório, entraram em órbita estacionária, entrando numa fase esperada para durar cerca de uma hora e 27 minutos.

A Nasa informou que a estação de rastreamento de Antigua recebeu dados do veículo até pouco mais de dez minutos depois do lançamento, quando o observatório ficou fora de alcance.

“Todos os sistemas do veículo continuam a funcionar conforme esperado”, informa a agência. Ele passa a ser acompanhado pelo sistema Tracking and Data Relay Satellite.

US$ 848 milhões

A missão deve durar cinco anos e custar US$ 848 milhões. O foguete Atlas 5 é da United Launch Alliance, uma parceria que reúne as gigantes aeroespaciais Boeing e Lockheed Martin.

Por causa dos ventos fortes, os computadores interromperam automaticamente a contagem regressiva a menos de cinco minutos antes do momento previsto para o lançamento, na quarta-feira (10), quando ele estava previsto originalmente.

Clique para ver imagens
Clique para ver vídeos

Anúncios